Tire suas dúvidas sobre a nova geração de DVDs de alta definição

A indústria briga entre o HD-DVD e o Blu-ray. Você sabe o que é isso? O IDG Now! responde a 11 perguntas sobre a nova geração.
HD-DVD_Toshiba_88x66Você deve estar começando a ouvir: o seu DVD é coisa do passado. Em breve, ele será substituído por uma nova geração: os discos de alta definição.

E agora: o que você vai fazer com sua coleção de DVDs? Justo agora que você tinha se livrado de todos os seus vídeos antigos em fita.

Não se desespere. O IDG Now! preparou uma guia com perguntas e repostas para esclarecer a nova geração de DVDs de alta definição e a briga entre dois padrões concorrentes: o HD-DVD e o Blu-ray.

1) O que é HD-DVD?
O HD-DVD é o formato elaborado por um consórcio de empresas, liderado pela japonesa Toshiba, com a intenção de substituir o DVD. Para tanto, o novo formato é capaz de armazenar mais dados num mesmo disco, graças à tecnologia de leitura óptica com um laser azul.

Em razão da espessura do laser, um disco do formato HD-DVD é capaz de guardar até 15 GB no lugar dos 4,7 GB armazenados pelo DVD em uma mídia com o mesmo tamanho físico. Se o disco tiver duas camadas, como a Toshiba já anunciou, a capacidade do formato HD-DVD salta para 30 GB em um único disco.

Tanta capacidade se reflete tanto na qualidade de reprodução dos filmes, com detalhamento e profundidade das cenas muito maiores, como na quantidade de extras disponíveis e novas funções não presentes nos DVDs.

Na atual guerra entre os formatos, o HD-DVD tem o apoio da Toshiba, Microsoft, da Intel, da HP e da NEC para produção do drive no padrão para PCs, e por LG e RCA para a produção de tocadores de mesa.

2) O que é Blu-ray?
O Blu-Ray é o formato de armazenamento óptico da próxima geração desenvolvida também por um consórcio de empresas, capitaneado pela Sony.

Ele tem algumas vantagens técnicas sobre o HD-DVD. Em vez dos 30 GB do HD-DVD, um disco convencional com duas camadas pode armazenar até 50 GB de dados.

Além de também contar com a LG e a RCA, presentes no grupo do HD-DVD, o consórcio do Blu-Ray é formado por Hitachi, Mitsubishi, Sharp, Panasonic, Samsung e Philips, além da Sony.

Outras grandes empresas do setor, como Apple, Dell, Benq e HP, também fabricarão equipamentos com o drive no formato.

3) Os dois formatos são melhores que o meu DVD atual?
Em razão do maior espaço de armazenamento disponível, filmes tanto no formato HD-DVD como no Blu-Ray possuem resolução melhor do que os disponíveis em DVD.

Os filmes que você assiste atualmente têm resolução máxima de 480 linhas verticais. Com a mudança para ambos os padrões, a obra terá cenas compostas por, no máximo, 1.080 linhas, o que permite uma resolução e uma riqueza de detalhes muito maior.

Outra diferenciação proporcionada pela grande capacidade de armazenamento é o modo de exibição dos filmes. Um DVD guarda, na média, 3 horas de filme no formato padrão, chamado tecnicamente de SD. Já os discos de nova geração conseguem armazenar até oito vezes mais conteúdo em um único disco – pontualmente, o HD-DVD suporta 24 horas e o Blu-Ray, 23 horas.

Outra vantagem da grande capacidade de armazenamento dos formatos HD-DVD e Blu-Ray é a capacidade de assistir ao filme com a presença da imagem de um ator ou do diretor comentando a obra. Ao ver uma série de TV, por exemplo, o usuário pode definir o que quer escutar as considerações do autor sobre o programa, sobre as imagens originais.

4) Por que eu devo comprar um deles?
Você não precisa comprar, mas a indústria vai forçá-lo a isso ao longo do tempo. Você se recorda quando o mercado forçou-o a trocar o videocassete pelo DVD? A dinâmica é a mesma: com o tempo será difícil encontrar títulos em DVD e os novos só serão lançados nos formatos de alta definição. O preço vai ficar tão baixo também que não vai valer a pena manter os seus “preciosos” DVDs.

Duas dicas importantes:

a) Espere mais tempo para saber se haverá um formato vencedor entre a briga do HD-DVD e do Blu-ray, para não investir no cavalo errado.

b) Se você não é daqueles que gostam de novidade, pode esperar até que a demanda por esses aparelhos aumente. Com isso, o preço será menor também. Você sempre paga o preço de ser pioneiro.

5) O que vai acontecer com a minha coleção de DVDs?
Não há porque se preocupar com sua coleção de DVDs. Tanto o formato Blu-Ray como o HD-DVD suporta a reprodução de DVD, o que significa que você não terá que comprar seus filmes favoritos novamente para assisti-los no novo aparelho – a não ser que você queira curtir a obra com melhor resolução e alguns extras que o disco em DVD não comporta.

6) Quando os DVDs de alta definição vão chegar ao Brasil?
O Japão e os EUA são os primeiros países do mundo a experimentar os tocadores de próxima geração. A Toshiba já colocou no mercado o primeiro player do formato HD-DVD. A briga deverá esquentar mesmo no final de junho, quando membros do consórcio do Blu-Ray, como a Sony e a Samsung, prometeram lançar os primeiros tocadores do padrão nos mercados japonês e norte-americano.

No Brasil, vai demorar um pouco mais para os novos DVDs chegaram por aqui. A Toshiba já anunciou que deverá trazer o equipamento HD-A1, primeiro do formato HD-DVD, ao Brasil até o final do ano, para aproveitar as compras do Natal.

As empresas que apóiam o formato Blu-Ray ainda não têm datas definidas sobre a introdução do primeiro player no mercado nacional.

A LG, que apóia ambos os formatos, informou que esperará a “decisão de Hollywood” para definir quando trará os primeiros equipamentos ao país. “A partir da decisão, precisaremos de mais três meses para trazê-los para o mercado nacional”, afirma Luciano de Sá, gerente de multimídia da companhia.

A Samsung, que lançará seu primeiro modelo nos Estados Unidos no final de junho, disse que trará ao Brasil alguns tocadores no segundo semestre, em caráter de teste. A empresa, porém, não tem previsão de quando fará a introdução comercial do aparelho.

7) Os filmes vão funcionar nos dois formatos?
Como os estúdios são responsáveis por suas obras, são eles quem decidem em qual formato os filmes que você quer assistir vão lançar. O problema é que apenas a Paramount e a Warner colocarão suas obras, como Missão Impossível 3 e a série Harry Potter, tanto nos formatos HD-DVD como no Blu-Ray.

A separação, no entanto, é uma dificuldade para o usuário e é apontada por analistas como uma das razões pelas quais o mercado escolherá apenas um dos formatos. Para assistir filmes de estúdios que apóiam padrões rivais, por exemplo, o usuário terá que comprar um tocador para cada formato.

Atualmente, cada consórcio tem parceria com determinados estúdios. Na categoria, o Blu-Ray tem o apoio da Sony Pictures, MGM, Disney, Miramax, Fox, Paramount, Warner e Lions Gates.

Já o formato formulado pela Toshiba, o HD-DVD, conta com Studio Canal, Universal e Weinstein Company, além de Warner e Paramount.

8) Vai ter filme tanto para HD-DVD como para Blu-ray?
Haverá milhares de filmes para cada um dos formatos, mas nenhum funcionará em ambos os aparelhos. Ou você comprará filmes que toquem em modelos do padrão HD-DVD ou que toquem em modelos do padrão Blu-Ray.

Para dificultar um pouco mais, o padrão Blu-Ray terá um sistema de discos destinados a regiões específicas, como já acontece com o DVD – o Brasil, por exemplo, pertence à região 4. O consórcio que apóia o padrão, porém, não especificou se o sistema será o mesmo usado atualmente nos DVDs ou uma nova separação teria de ser formulada.

9) Qual eu devo comprar?

Se você não for realmente entusiasta da tecnologia, então a melhor resposta para esta pergunta ainda é “nenhum”. O Blu-Ray e o HD-DVD têm características similares e deverão deixar os usuários de queixo caído com sua ótima resolução da mesma maneira.

Como o mercado já sinalizou que deverá escolher apenas um entre os dois, é mais seguro que o usuário espere até que o padrão preferido seja escolhido para comprar seu tocador.

O maior espaço de armazenamento e a participação de mais empresas no desenvolvimento do padrão Blu-Ray não significa que o HD-DVD será esquecido logo que a guerra entre os formatos começar.

Na briga similar ocorrida nos anos 80, o padrão Betamax tinha qualidade melhor do que seu rival VHS. O poder de influência da JVC, companhia responsável pelo padrão, somado ao maior tempo de vídeo armazenado, tornaram as fitas VHS ganhadoras do confronto.

Atualmente, a indústria pornô e canais de TV norte-americanos sinalizam a escolha pelo padrão Blu-Ray, tanto pela maior capacidade como pelo suporte da gigante japonesa Sony.

10) Quanto vai custar um tocador de HD-DVD e um de Blu-Ray? E os filmes?
Nos EUA, o tocador de DVD HD-A1, da Toshiba, pode ser comprado por cerca de 500 dólares. Já o BDP-S1, primeiro tocador do formato Blu-ray no mercado norte-americano, começará a ser vendido pela Sony com preço sugerido de mil dólares, exatamente o dobro do modelo mais simples do rival.

A previsão literal de preço, com a conversão de dólares para reais, pode dar uma imagem errada de quanto poderá custar um tocador de HD-DVD ou Blu-Ray no Brasil. “Se trouxéssemos agora, o player sairia em torno de 7 mil reais”, estima Marcelo Miake, gerente de marketing da Panasonic.

O executivo afirma que a alta taxa tributária para importações somada à participação na cifra do distribuidor e da Panasonic Brasil mais que dobrariam o preço original – estipulado em cerca de 3.00 reais (1.300 dólares).

O preço dos filmes de ambos os padrões variam entre 19 dólares e 30 dólares no mercado norte-americano. No mercado brasileiro, ainda que nenhuma fabricante tenha idéia do preço das obras, pode-se esperar algo acima dos 60 reais por disco.

11) E os formatos chegarão também aos PCs?
Os dois formatos de armazenamento óptico de próxima geração também chegarão aos PCS, para que os micros leiam discos com conteúdo no formato da mesma maneira como o DVD atualmente.

A Toshiba manteve seu o pioneirismo e apresentou o primeiro notebook com drive HD-DVD no Japão durante o mês de maio. A Sony lançará os primeiros PCs e notebooks com drive Blu-Ray simultaneamente com o tocador de mesa, no final de junho.

Em junho, também chegam ao mercado japonês equipamentos da Fujitsu com os dois tipos de drivers.

Anúncios