Artigo escrito por Artur Higashiyama – MVP Windows Server System

Adicionar memória RAM ao computador é uma das melhores formas de se aumentar a performance.

Entretanto, essa operação nem sempre é possível, seja por custo, dificuldade técnica, incompatibilidade entre os pentes de memória, limitações da placa-mãe, etc.

O Windows Vista introduz o ReadyBoost, uma tecnologia que permite o uso de memórias flash não-voláteis para aumentar a performance do computador.

A memória flash funcionará como uma memória cache, isto é, memória que o computador acessa muito mais rápido do que o disco rígido (HD).

Vamos ver como isso funciona na prática. Primeiro, plugamos o nosso Pendrive ao computador e esperamos a detecção do mesmo:

media.jpeg

Após o Windows Vista detectar o dispositivo, a janela de opções aparece. Repare na última opção:

media2.jpeg

Ao clicar na opção “Acelerar meu sistema usando Windows ReadyBoost”, o Windows Vista irá fazer uma rápida análise da performance do Pendrive e mostrará o resultado.

Caso o Pendrive não satisfaça as condições mínimas necessárias para o funcionamento do ReadyBoost, a seguinte tela aparecerá:

media3.jpeg

Neste caso, o Pendrive não poderá ser utilizado para o ReadyBoost, mas poderá ser utilizado normalmente para armazenar dados como Documentos, Planilhas, Fotos, Vídeos, etc.

Caso o Pendrive satisfaça os requisitos, a seguinte tela aparecerá:

media4.jpeg

Esta tela mostra o espaço disponível no Pendrive e requisita a quantidade de espaço a ser alocada para o ReadyBoost.

Caso queira reservar mais espaço para armazenar outros dados, basta deslizar o nível para a esquerda ou digitar a quantidade de MB a ser utilizada para o ReadyBoost:

media5.jpeg

No caso acima, eu selecionei 930 MB para o ReadyBoost alocar como memória cache.

Ao clicar no botão OK, o Windows Vista irá criar um arquivo que será utilizado para armazenar as informações da memória cache.

Podemos visualizar este arquivo selecionando o Pendrive no Windows Explorer:

media6.jpeg

Tecnicamente falando, para podermos acionar o ReadyBoost, o Pendrive deve satisfazer as seguintes condições:

– Espaço livre de pelo menos 256 MB
– A interface USB deve ser padrão USB 2.0
– Taxa de leitura de 2,5 MB/s para blocos randômicos de 4K
– Taxa de escrita de 1,75 MB/s para blocos randômicos de 512K

Você pode obter listas de Pendrives recomendados para o ReadyBoost na internet. Os próprios fabricantes de Pendrives estão especificando no equipamento a compatibilidade com o recurso.

A recomendação do tamanho do espaço a ser alocado para o ReadyBoost é de:

– Tamanho mínimo equivalente à memória RAM
– Tamanho máximo de 2,5x a memória RAM

menos ou mais do que essas recomendações implica em aproveitamento parcial da tecnologia e consequentemente do desempenho.

A seguir, eu faço uma breve lista de possíveis dúvidas sobre o ReadyBoost:

1) O manual do meu Pendrive diz que a taxa de transferência é de 12 MB/s, mas o Vista não permite acionar o ReadyBoost. Por quê?
Em geral, essa taxa é seqüencial e o ReadyBoost necessita de rapidez no acesso randômico. Além disso, muitos Pendrives são construídos com memórias internas com velocidades diferentes e essa taxa refere-se somente à memória mais rápida.

2) Qual é o tamanho máximo do ReadyBoost?
O ReadyBoost aloca no máximo 4 GB. Isso é limitado pelo sistema de arquivos FAT que é o padrão para Pendrives.

3) O que acontece se eu remover repentinamente o Pendrive?
A memória cache não é “desviada” totalmente para o Pendrive e sim é feito uma cópia da mesma. Desta forma, caso o Pendrive seja removido, o sistema efetua a leitura no HD.

4) Se o Pendrive for removido, eu posso acessar as informações da memória cache em outro computador?
Essa foi a principal preocupação na construção da tecnologia. Para evitar o acesso indevido às informações, o arquivo de cache do ReadyBoost é totalmente protegido por uma criptografia AES de 128 bits.

5) Posso plugar mais de um Pendrive para usar no ReadyBoost?
Não. O Vista limita o uso do ReadyBoost a apenas 1 Pendrive por computador.

6) Posso utilizar o meu MP3 Player para usar o ReadyBoost?
Em geral não, pois a maioria dos MP3 Players utiliza a interface “Plays for Sure” para se comunicar com o Windows.

Fonte: IT Central

Anúncios