Célia Maria de Carvalho Damasceno, corretora de 43 anos, foi assassinada no dia 24/02/07 e supostamente enterrada ainda com vida por três adolescentes durante encontro marcado pelo MSN Messenger.

Após várias conversas pelo MSN Messenger a corretora se encontrou pela segunda vez com o paulista Carlos Eduardo Cabral de 18 anos. Desta vez o encontro foi em uma casa deserta nas praia de Jenipabu, Rio Grande do Norte, onde ocorreu o seu estrangulamento com a participação de mais dois jovens, um de 17 e uma jonem de 16 anos.

Segundo os policiais, a corretora foi torturada violentamente com o lado cego de um facão, tendo os pés e as mãos amarrados e, logo após fornecer o que seus algozes queriam, senha do cartão do banco, ela foi estrangulada e enterrada.

A filha da corretora recuperou no computador da vítima as conversas no Messenger entre sua mãe e o acusado que evidenciam que o convite à vítima para o local do crime.

“As conversas abaixo foram retiradas na íntegra da matéria do jornal para ilustrar a anatomia de um crime praticado por jovens adolescentes que estão sendo protegidos por nossos magistrados e pelos congressistas, tendo como sustentação que nós estamos sendo levados pelo calor da emoção. Quanta emoção!!!!”

Trecho da conversa no Messenger entre a vítima e o adoslecente, ococrrido na madrugada de sábado, dia 24, aproximadamente 23 horas antes do crime.

Celia Maria – Quem vai estar na casa de Genipabu?

Adolescente – Ninguém porque? (a interrogação animada em vermelho imitando sangue escorrendo)

CM – Não vai ter nenhum problema?

Adolescente – A gente vai dar um rolé na praia e volta!

CM – Você tem a chave?

A – Não precisa de chave

CM – como assim?

A – é aberto lá

A – Mas ninguém entra!Só a gente!

CM – A sei

A – Só nós dois!

CM – ok

Trecho da última conversa no Messenger entre a vítima e o adolescente, ocorrida cerca de oito horas antes do assassinato.

Célia Maria – Acabei de chegar em casa

Adolescente – Ótimo

A – To tc (teclando) com meu irmão hacker!

CM – Ainda vou ter que mostrar um aprtamento a um cliente

CM – Agora às 16h30

CM – Me ligue às 5 horas

A – Combinado!

CM – De onde eu estiver eu vou

CM – Aí nos encontramos no posto (Posto Jenipabu, perto da casa onde ocorreu o crime)

A – Então tá ótimo! Combinadíssimo!

CM – Ou no terminal de ônibus

A – Pode ser tb! (também)

CM – Terminal de ônibus

A – Demoro!

CM – Tchau

CM – Tomar banho

CM – Bjo (beijo)

A – Outro

Fonte:tribunadonorte


Anúncios