Em recente visita o blog do Daniel Santos, The Back-up Brain Weblog, que comentou post recente do Neto Cury que tratava, naquela ocasião, do privilégio que muitos têm por conseguir navegar na internet no trabalho, mesmo com restrição.

Ao ler este artigo não pude de deixar de me enquadrar no grupo dos privilegiados já que mesmo com algumas restrições como as ditas pelo Daniel, Orkut, Msn messenger e outros tantos sites, chegando ao cúmulo de bloquear o Bloglines.

Antes de ler o post não achava que era privilegiado por algo que deveria ser incentivado pelas empresas já que a informação está na internet.

Mesmo antes do acesso à internet ter o seu boom, os empregados sempre se distraíram com outras atividades como o cafezinho, as novas fotos da playboy, a piada do corredor, as várias idas ao banheiro para fumar o cigarrinho,ou seja, o vilão da vez é a internet.

Mas, ao meu ver, a internet pode ser auxiliar da produtividade desde que a empresa aprenda a direcionar o foco do acesso e navegação à internet com a produtividade.

Mal comparando, o intervalo do cafezinho é mais improdutivo do que qualquer navegação.

O que vocês acham? Qual o maior inimigo da produtividade: O cafezinho ou a navegação na internet?

Uma boa fábula para ilustrar é a do blog De GRAÇA É MAIS GOSTOSO que fala da Empresa Burocrática, vale a pena ler.


Fonte:Neto Cury, Daniel Santos, Wagner Cruz, O Consultor

Anúncios