Existem dois tipos de pessoas neste planeta: as que observam o horizonte e as que não observam.

Os que observam aguardam a vinda de um extraterreno, pelo fato de não acreditarem que o ser humano é o único ser vivo no Universo, e que o simples fato de pensar que somos seres unos demonstra a nossa prepotência.

Será que os extraterrenos (que se supõe muitíssimo evoluídos) são tão inteligentes que vêm conseguindo se esconder de nós todos estes séculos? Realmente, esta seria a prova cabal de que os extraterrenos existem e são realmente inteligentes, ou numa demonstração imensa de sua inteligência eles já nos descobriram, como afirmam os cientistas (através dos maias e aztecas), e ao ver a nossa pequenez resolveram por bem não se deixar encontrar, principalmente, por nós primatas, o que poderíamos chamar de jogo de pique-e-esconde “Big Bang”.

Pois é possível sedimentar que os extraterrenos ou seres metafísicos são, de forma inconteste, o que há de mais inteligente no mundo da fabricação de quebra-cabeças, mas, pera aí, quebra-cabeça!?!?! Nã é preciso ser tão inteligente para se conseguir criar um quebra-cabeças, isso o ser humano já faz.

Os que olham para o horizonte vivem metade de sua existência tentando decidir quem são e a outra metade tentando descobrir quem “eles” são. Parece o seriado “LOST”, ou seja, uma estória criada por mente humana (ou não).

Se alguém se declara morador único e exclusivo deste planeta, ou melhor, deste universo, é motivo de escândalo.

A existência de Deus é para os menos capazes, incultos, pequenos, desfavorecidos, pobres, moribundos, por que os pastores e líderes de qualquer segmento são pessoas doutoradas em enganar e ludibriar os discípulos ou ovelhas com a única intenção de amealhar algumas pratas.

Mas, para pessoas que observam o horizonte, se identificar com a “Teoria” da Evolução e descender da simbiose de simio + homo é o marco fundamental para qualquer um ser maior do que nós.

Mas, desde que o mundo se tornou mundo, o homem sempre faz para si bezerros de ouro que não falam, não ouvem e não atendem anseios, pois enquanto existe um deus capaz de responder há todos os anseios do coração dos que observam o horizonte, estes cada vez mais se afastam do único que poderia respondê-los, fazendo com que toda a sua existência seja passada em branco.

Eu não consigo entender como a doutrina espírita consegue se sobressair e se alastrar pelo mundo se incoerentemente a resposta está nela, ou pelo menos o caminho para as respostas.

Eu me pergunto por que os espíritos são preconceituosos a ponto de só incorporar europeus.

Kardec nada mais nada menos é um dos anti-cristos que usurpou a si o direito de ter uma morte sem o perdão eterno e seguí-lo é usurpar para si o mesmo direito.

Além disso se algum ser humano pensar diferente do mundo metafísico é classificado como indouto, afinal, o pai da metafísica foi um grande pensador, em consequência disso, quem segue a mesma linha de pensamento torna-se tão pensador como tal.

No humilde modo de pensar creio em apenas dois mundos: o material e o espiritual.

Fonte:wagnercruz, oconsultor

 

 

 

 

 

 

Anúncios